top of page
  • Foto do escritorRodrigo M. Weinhardt

Tecpar, SGDES e ICI miram FairPlay Ambiental coxa


Foto: Carlos Gomes Pessoa e Lorena Dambiski da Tecpar, o presidente do Coritiba, Juarez Moraes e Silva, Jorge Callado (diretor-presidente da Tecpar), o head administrativo do Coxa, Lucas Pedrozo e Rodrigo Weinhardt da área de planejamento do clube. Crédito Coritiba Foot Ball Club.

União público e privado é importante caminho para confirmar a agenda ambiental no esporte brasileiro


Como já mencionado nesse espaço, desde janeiro de 2021 o Coritiba Foot Ball Club iniciou um importante processo de remodelagem de gestão com uma estrutura estratégica desenhada com inúmeras mudanças. Alguma delas permitiram integrar, definitivamente, a vida desse clube à sua responsabilidade na cadeia produtiva do esporte e utilizar sua penetração social na construção de uma relação importante com seus torcedores e demais envolvidos. Com o planejamento estratégico do clube começou, em janeiro de 2021, a implementação do FairPlay Ambiental na prática.


Nos corredores do clube as áreas de operações, administrativa, jurídico, compras, compliance, comunicação e marketing estiveram e estão intimamente ligadas às mudanças. Fora do clube, parceiros importantes deram soluções para “dores” da organização, a SPVS e a GreenPlat são pilares fundamentais para o projeto desenvolvido no Coxa.


Entre os últimos dias de setembro e início de outubro de 2022, a diretoria do Coritiba FC recebeu importantes visitas no Estádio Couto Pereira. Primeiro o coordenador da Superintendência Geral de Desenvolvimento Econômico e Social do Paraná, Luis Mascarenhas, e Rogério Mendes Pereira Junior, da Assessoria de Relações Institucionais e de Mercado do Instituto das Cidades Inteligentes (ICI).


Poucos dias depois, o diretor-presidente do TECPAR, Jorge Callado, do diretor de Tecnologia e Inovação do instituto, Carlos Gomes Pessoa, e de Lorena Dambiski, gerente de Certificação estiveram no Coritiba FC.


A presença desses importantes integrantes de áreas público e privada do Estado do Paraná interessados em ASG, ações de sustentabilidade e inovação está diretamente relacionado ao programa ambiental do clube, o Nossa Identidade Verde. O NIV é uma parte de construção daquilo que podemos caracterizar como Fair Play Ambiental. Não são apenas lixeiras coloridas e discurso, é realizada hoje uma grande renovação ASG no Coxa colocando a sustentabilidade, preservação da biodiversidade e promoção do meio ambiente no DNA do clube e na alma de seus torcedores.


É o esporte catalisando a preservação e a biodiversidade e a participação de atores do poder Público mostrará, em pouco tempo, ser vital para a continuidade de medidas efetivas.

Espera-se que, no decorrer de 2022, novas formas de interação e parcerias tanto com a Tecpar como com a Superintendência Geral de Desenvolvimento Econômico e Social do Paraná e o Instituto das Cidades Inteligentes tornem os resultados do Coxa ainda mais expressivos, assim como aquilo que o clube paranaense realiza em seu estádio e centro de traimento possam servir de modelo à demais organizações esportivas.


Os atores esportivos não impactam apenas nas mudanças climáticas por meio de suas emissões, uso energético e geração de resíduos, mas também desencadeiam uma série ações diretas e indiretas promovendo incontáveis reações no ambiente natural. É passada a hora de uma mobilização conjunta de entidades organizadoras e as principais organizações e atores esportivos pensarem a agirem sobre o impacto da indústria esportiva no meio. É hora desses atores entenderem o poder do esporte quanto uma força de edificação social.
32 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page